sábado, 4 de dezembro de 2010

6º Encontro Anual dos Cartunistas

E graças a Deus, o "ano não morreu na praia". Ganhou fôlego neste sábado ensolarado do dia 04 de dezembro de 2010 (depois das 14 horas), exatamente há poucos metros da praia do Leme, no Sindicato do Chopp.
Com a realização da Confraria do Peru Sadio, Jerônimo Dias, Newton Duarte e Ferreth, mais o apoio do "SINDICATO DO CHOPP" do Leme e de Ipanema, os 50 cartunistas convidados do Rio de Janeiro puderam se confraternizar, num clima super agradável onde todos, num patamar de igualdade, expuseram e homenagearam dois dos maiores ícones do desenho de humor brasileiro (Ique e Aroeira). Na entrada, os artistas receberam camisas personalizadas e crachás de identificação. Nesta foto, Aliedo (pensando em como entrar em sua camisa tamanho GG), Léo Martins (de costas, preso na cadeira), Ique ao lado de Elton John, aliás, Aroeira. Atrás, não é o Raul Seixas, mas sim, o Ferreth recepcionando os convidados.
Na mesa: Rique (não entendendo o porquê dos frangos-a-passarinho saírem voando ao mesmo tempo dos pratos das duas primeiras mesas), Jonas (armando-se de sua máquina fotográfica para registrar o ocorrido), César Guedes (cheio de fome, observando seu almoço a distância), Souto Maior (detalhe da cabeça), Nei Lima (detalhe dos óculos), Adail (com pose de Araribóia pensando em correr atrás dos penosos) e Ediel (flagrado, comendo todo o "tira-gosto" da mesa do distraído Amorim - ao lado).Depois, os homenageados receberam placas homéricas das mãos dos organizadores por suas contribuições à cultura e ao humor no Brasil.
Houveram discursos e brincadeiras da parte dos dois. Aroeira foi o primeiro e disse "que de certa forma, abriram caminho para os novos cartunistas..." quanto ao Ique, reconheceu que com o movimento "dos blogs de caricaturas na internet dos novos artistas, eles (os mais velhos, não tão velhos) são homenageados mais cedo".
Confira o vídeo no final deste post, feito pelo designer gráfico GecelmoAlém da mostra de desenhos do Ique e Aroeira, também houve uma mostra paralela dos 50 desenhistas convidados. Eis os nomes: Adail, Adam, Afonso Carlos, Alecrim, Aliedo, André Brow, Amorim, Aviz, Beto, Cláudio, Cavalcante, Chico Caruso, César Guedes, Erick, Edra, Ediel, Fábio, Ferreth, Frata Soares, Gecelmo, Glen, Guidacci, Gustavo, Jaguar, J.Bosco,Jorge Inácio, Léo Martins, Léo Valença, Liberati, Leonardo, Luimar, Moura, Magon, Mattias, Mayrink, Mariano, Nani, Nei Lima, Paulo Caruso, Pedro Ferreira, Rosa Duval, Rê, Souza, Souto Maior, Ykenga, Vanes, Zé Dassilva e Ziraldo. Gecelmo fez um desenho homenageando os "gênios do traço", Ique e Aroeira.César Guedes fez as caricas dos homenageados,......assim como seu ex-professor, Nei Lima.Ferreth atacou de charge religiosa...
...bem como JBosco...
...e Nani. Fábio, filho do Ferreth, mandou bem na charge do "Fenômeno".Os "irmãos Caruso", Chico......e Paulo Caruso marcaram presença com seus trabalhos.
Léo Martins se inspirou nas páginas policiais,...
...assim como Frata Soares.Afonso Carlos fez uma carica do rei do futebol. Tivemos também o Aliedo,... ...Amorim,... ...Mattias,... ...Moura (com sua caricatura enviada diretamente do Canadá, onde mora),... ...RÊ, que além de expor, deu de presente essas "caricaturas geométricas" para os homenageados com a dedicatória de todos os artistas presente. Pura nostalgia, nas caricaturas do Souto Maior. Até "piada de bar" teve, com o cartum do Ykenga.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário